sábado, 19 de março de 2016

ELEMENTOS BÁSICOS DAS PARÁBOLAS DE JESUS

A virgem prudente com sua lâmpada
aparado e óleo pronto - Esperando a vinda
do Noivo. Esta pintura ilustra a parábola
das virgens prudentes do Novo Testamento.
Quadro: "Eis que vem"
Simon Dewey -LDS arte.
1- As definições envolvidas (várias sugestões).
  • A palavra parábola significa, literalmente, "ser colocado lado a lado".
  • É uma verdade levada em um veículo.
  • É uma história terrena com significado celestial.
  • É uma narrativa que usa elementos terrenos para ensinar verdades espirituais.
  • É uma história realista que ilustra ou esclarece uma verdade.
2- A importância envolvida.
  • Um terço dos ensinamentos de Jesus nos Evangelhos estava na forma de parábolas.
  • Quase um quarto das parábolas de Jesus foi feito durante as Suas últimas semanas de vida.
3- O propósito envolvido.
  • Revelar grandes verdades espirituais aos corações sinceros (Mt 13.10,11).
  • Esconder grandes verdades espirituais de corações insinceros (Mt 13.13).
  • Cumprir profecias (Mt 13.34,35).
  • Enfatizar Sua autoridade (Mt 7.28,29; Jo 7.46).
  • Esclarecer e ilustrar o Reino dos Céus. De todos os assuntos ilustrados pelas parábolas de Jesus, o Reino dos Céus é o que foi referido com maior frequência até então.
(1). Diferente do Reino de Deus.
     a. Em raras ocasiões, o Reino de Deus é usado alternadamente no lugar de Reino dos Céus (no significado que envolve o milênio) (compare Mc 1.14,15 com Mt 3.1,2; veja também At 1.3,6).
     b. O significado mais comum, entretanto, é uma referência ao nascer de novo (veja Jo 3.3,5; At 8.12; 19.8; 20.25; 28.23,31; 1Co 15.50).
(2). Definição do Reino dos Céus.
     a. Primeiro significado - o Reino de Deus, o Pai celestial, em geral, que abrange as questões humanas desde a criação até o milênio. Salvos e não salvos pertencem a esse Reino (veja Dn 4.17,32; Mt 8.12; 22.2; 25.1).
     b. Segundo significado - o Reino específico do Filho de Deus, de Jerusalém, sobre as questões humanas durante o milênio. Apenas os salvos entrarão nesse Reino (veja Mt 6.10,13; 25.34; 26.29).

Até a próxima!
Fica na paz!

Você vai gostar de ler: MILAGRES E PARÁBOLAS DE JESUS


segunda-feira, 14 de março de 2016

Curiosidades sobre o número 40

CURIOSIDADES SOBRE O NÚMERO 40
  • A comida que o anjo deu a Elias sustentou-o por 40 dias: 1Rs 19.8.
  • Abdom, juíz de Israel, tinha 40 filhos: Jz 12.13,14.
  • Aos 40 anos de idade, Esaú se casou com Judite: Gn 26.34.
  • As chuvas do Dilúvio caíram sobre a terra, durante 40 dias e 40 noites.
  • Calebe tinha 40 anos quando foi enviado a espiar a terra de Canaã: Js 14.7.
  • Davi reinou 40 anos: 2Sm 5.4.
  • Depois de haver ressuscitado, Jesus passou mais 40 dias na terra: At 1.3.
  • Deus não destrói uma cidade se nela houvesse 40 justos: Gn 18.29.
  • Durante o governo de Débora, Israel teve paz por 40 anos: Jz 5.31.
  • Eli julgou a Israel durante 40 anos: 1Sm 4.18.
  • Ezequiel esteve amarrado por 40 dias: Ez 4.6.
  • Golias desafiou Israel duas vezes ao dia, durante 40 dias: 1Sm 17.16.
  • Houve 40 anos de paz em Israel, enquanto Gideão foi juiz: Jz 8.28.
  • Isaque tinha 40 anos quando se casou com Rebeca: Gn 25.20.
  • Joás reinou por 40 anos em Jerusalém: 2Rs 12.1.Jonas profetizou que Nínive seria destruída depois de 40 dias de sua mensagem: Jn 3.4.
  • Moisés esteve no monte com Deus 40 dias e 40 noites: Êx 24.18.
  • Moisés tinha 40 anos quando visitou os israelitas pela primeira vez: At 7.23.
  • Jesus jejuou durante 40 dias: Mt 4.1,2.
  • Os 12 espias verificaram a terra de Canaã durante 40 dias: Nm 13.25.
  • Os filhos de Israel comeram maná durante 40 anos: Êx 16.35.
  • Salomão reinou sobre Israel durante 40 anos: 1Rs 11.42.
Você também vai gostar de ler: Apocalipse - Parte A - Introdução Ao entrar, procure pelo quadro "NÚMEROS COM SIGNIFICADO ESPECIAIS".
Até a próxima! Fica na Paz!

quarta-feira, 2 de março de 2016

ZACARIAS E O PRÍNCIPE

AS DUAS VISITAS DO PRÍNCIPE
(Todas as referências bíblicas são do livro do profeta Zacarias)


A PRIMEIRA VISITA DO PRÍNCIPE

  • Vem para alimentar o rebanho de Deus  (11.7).
  • É rejeitado pelos líderes de Israel (11.8).
  • Consequentemente, Ele deixa Israel de lado (significado provável da quebra da vara chamada Suavidade, ou Graça (ARA); 11.10).
  • Faz Sua entrada triunfal em Jerusalém (9.9).
  • É vendido por 30 peças de prata (11.12).
  • Prediz a destruição de Jerusalém (significado provável da quebra da vara chamado Laços, ou União (ARA); 11.14).
  • Ele é crucificado (12.10).



A SEGUNDA VINDA DO PRÍNCIPE
  • O anticristo estará reinando cruelmente (11.16).
  • Jerusalém será cercada e conquistada (14.2).
  • Dois terços dos judeus morrerão (13.8).
  • Um terço dos judeus será salvo (13.9).
  • Cristo aparecerá sobre o monte das Oliveiras (14.4,8).
  • O apocalipse será disputado (12.3; 14.2,3).
  • Os inimigos de Deus serão destruídos (12.4,9; 14.12-15).
  • Israel reconhecerá Cristo (12.10-14).
  • Israel será purificada (13.1).
  • Israel se estabelecerá em sua terra (10.6-12; 8.8).
  • Os gentios adorarão o Senhor (14.16-19).
  • Jerusalém ficará cheia de meninos e meninas felizes (8.5).
  • Cristo construirá o templo (6.13).
  • Cristo governará como Sacerdote e Rei sobre todo mundo (6.13; 9.10).



Até a próxima!
Fica na paz!